8 passos para melhorar sua estratégia online

Entenda como melhorar a estratégia online de sua empresa

Dicas para analisar os resultados de esforços.

Entenda como algumas estratégias podem mensurar o desempenho de suas campanhas.


A análise de resultados

Nós do SOPJ, separamos 8 passos que podem melhorar a estratégia online de sua empresa, confira e cresça ainda mais!

É de conhecimento público os prejuízos que podem ser causados com a extensão do isolamento social, e com isso, problemas empresariais acontecerão com diversos segmentos.

Para alguns segmentos, esse não é o momento ideal para arriscar em novos conceitos ou estratégias baseadas em feelings.

Não descartamos ideias geniais que poderiam ser muito monetizáveis, no entanto, agir com cautela é bem-vindo no momento.

Saber mensurar seus indicadores chaves de desempenho é de fato um diferencial impactante, principalmente no momento que passamos.

Através desses indicadores chaves é possível balizar os resultados de forma tangível de funcionários, operações, ferramentas e veículos de mídia, sabendo diferenciar quais os anúncios que piores desempenham resultados, ou postagens impulsionadas que possuem mais notoriedade, resultados em vendas e branding positivo para a marca.

Mensurando estratégias

Para mensurar estratégias, precisamos não generalizar as fontes e não menosprezar suas funcionalidades, sendo assim, vamos seguir abaixo alguns exemplos de caminhos a serem tomados ao montar suas campanhas:

  • Identificar a fonte

Ao desenvolver uma campanha, precisamos ter alguma ferramenta para identificar a origem da fonte. Usemos por exemplo o Facebook.

Ao atribuirmos uma utm_source para ele, já conseguimos identificar e cruzar os dados entre tráfego e solicitações ou serviços adquiridos pelo mesmo.

Mas esse é só o primeiro passo para saber a efetividade das ações tomadas.

  • Atribuir a identificação do anúncio

Ainda usando o Facebook como exemplo, ao usarmos o utm_medium podemos identificar se o tráfego atribuído a postagens impulsionadas ou postagens gratuitas surtiram resultados positivos.

Também podemos utilizar o utm_ campaign para aprofundar ainda mais as análises mediante aos esforços aplicados

  • Montada a campanha

Esse é o momento onde os leads ou as vendas começam.

Em caso de a venda ser tratada por humanos, é de extrema importância aprofundar-se na tabulação efetuada de forma correta.

Analisar as vendas por operadora e por fonte é crucial para evitar “falsos negativos”, como por exemplo titular uma fonte como inefetiva baseada na experiencia de apenas um vendedor.

Se o resultado da fonte for negativo com todos os operadores, é necessário analisar as comunicações aplicadas e verificar se a mesma está alinhada com o discurso do call center.

Problemas como telefones inexistentes podem ser corrigidos com a confirmação do telefone ao término do preenchimento do formulário.

Pouco interesse pode ser reflexo do mercado, da abordagem ou da oferta pouco explicada nos sites.

  • Sempre questione

Só aceitar os resultados é cômodo.

Se aprofundar no sucesso ou não das campanhas é sempre ter estratégias de melhoria, e de ajudar a encurtar o discurso de vendas ou a permanência do usuário no site facilitando a venda.

Vale ressaltar que o mercado, o consumidor e os hábitos são mutáveis, e nenhuma verdade será eterna.

Empreendimento passados já fracassaram por achar que haviam encontrado a fórmula secreta do sucesso, mas em um mundo onde a informação e a tecnologia se espalham cada vez mais rápido, acompanhar as tendências internas e externas da sua empresa são de grande valor.

  • Ferramentas

Diversas ferramentas podem ser utilizadas para a mensuração de resultados, desde um libre office até um PowerBI.

Praticamente toda mensuração começa a partir de cálculos matemáticas, e se aprofunda conforme a necessidade.

Por exemplo, saber o retorno dos investimentos do Facebook é a primeira etapa para se preocupar ou não com o resultado dela, após isso, começa-se a análise de aprimoramento.

Não julgue uma fonte como inefetiva pelos primeiros resultados, pois como mencionado anteriormente nenhum indicador é absoluto para sempre, pois a falha de uma ferramenta pode se tornar a curto prazo o principal case de melhora

  • Fracione as etapas

Também como mencionado acima, não adianta querer fazer todas as análises de uma única vez, pois corre-se o risco de perder informações importantes.

Se vale o conselho, inicie as análises em um ambiente macro, e aprofunda-se cada vez mais para sempre ter a informação de forma rápida e guardada para possíveis consultas futuras.

Ter a “foto e o filme” de cada operação é um ativo importante para o sucesso do negócio

  • Armazene e conheça funcionalidades de suas ferramentas

Quanto mais conhecimento melhor! Converse com seus fornecedores, entenda os planos futuros dos mesmos e veja o que pode se encaixar ao seu empreendimento.

Não se limite e nem crie crenças limitantes.

Sabendo mensurar seus resultados, os riscos variáveis internos da operação se minimizam, e consequentemente é possível aventurar-se em novas frentes, sempre visando começar aos poucos e expandir conforme o sucesso da mesma

  • Subtrair pode somar

A quantidade de campos do formulário de fato pode estressar os usuários, e causar muitos abandonos ao decorrer da jornada de preenchimento.

Abandonos no preenchimento consequentemente encarecem a venda, pois, a partir do momento que pagamos por acessos, pagamos pelo tráfego no geral, indiferente de ter realizado uma venda ou não, então é de extrema importância analisar todos os campos que são realmente importantes para a operação ou não.

Reduzir os campos de fato sempre ajuda a reduzir o custo da venda.

Também não adianta terceirizar o problema de diversos campos para os fornecedores, assim como para você como cliente a venda fica encarecida, para fornecedor fica igualmente cara.

Em resumo, sempre mantenha aos seus usuários a informação simples e ágil, mas sempre aprofunde suas análises, pois assim você aumentará oportunidades e reduzirá riscos.

Gostou desse conteúdo? Siga nosso perfil nas redes sociais e compartilhe com seus amigos!

Esse conteúdo foi patrocinado por B4B Ventures, para saber mais acesse o site: www.b4b.ventures.

Colaboração de Daniel Mazzucatto, COO da B4B Ventures
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no twitter
Twitter

Deixe um comentário