A digitalização de documentos na quarentena

Conheça como a digitalização de documentos e contratos se tornará uma tendência

Como economizar contratando novos serviços durante a pandemia

Conheça as principais tendências nessa quarentena


Mudanças causadas pela quarentena

Diante do cenário de paralisação da economia e incerteza sobre o futuro gerado pela pandemia do COVID-19 no Brasil, as empresas estão lutando para sobreviver e uma verdade se tornou soberana: é o momento de reduzir gastos e gerar novas receitas.

Contudo, nessa busca surge um dilema, como continuar celebrando novos contratos, com fornecedores e clientes, gerando negócios e receitas, sendo que tem sido inviável realizar reuniões presenciais e, quiçá, assinar um contrato sem ter que incorrer em novos custos com entregadores e motoboys.

Muitos gestores, ao analisar este problema, certamente se perguntam se devem abrir mão dessas formalidades, economizando com as despesas incorridas no procedimento.

Contudo, seguir por essa linha pode trazer prejuízos para sua empresa.

Isso porque, além de passar uma imagem de falta de profissionalismo, a longo prazo, a ausência de um contrato escrito trará insegurança jurídica às partes que não terão um contrato para reger sua relação.

A solução, porém, pode sair mais barata do que você imagina.

Digitalização de documentos

Ao custo de realizar uma única entrega de documentos via motoboy, existem serviços digitais que superam, e muito, a experiência de celebrar um contrato com papel e caneta.

Tratam-se de serviços de celebração de contratos e assinatura de documentos de forma digital.

Esses serviços de digitalização de documentos funcionam através de plataformas online que colhem os aceites das partes contratantes em documentos eletrônicos.

Após esse processo, são geradas cópias digitais assinadas por todos os participantes, trazendo maior segurança aos envolvidos.

Empresas líderes nesse seguimento no mercado são a Docusign e a Adobe Sign.

Elas oferecem seus serviços com mensalidades que iniciam em US$ 10,00 para plano pessoal do Docusing, e R$ 43,34 para o Adobe Sign.

A saída para o dilema, portanto, será a substituição de contratos físicos por digitais.

Essa mudança trará mais economia, dinamismo, velocidade e profissionalismo para sua empresa, além disso, também será considerada um importante passo para a migração de sua empresa para o ambiente digital.

Além de reduzir custos e modernizar sua empresa, a utilização de ferramentas digitais de assinatura de documentos torna desnecessário que um entregador se desloque pela cidade recolhendo assinaturas de pessoas diferentes em um mesmo papel, isso certamente reduz o grau de exposição dos envolvidos, e contribui para o distanciamento social.

Gostou desse conteúdo? Então siga nosso perfil nas redes sociais e compartilhe com os amigos!

Esse conteúdo foi patrocinado por B4B Ventures, para saber mais acesse o site: www.b4b.ventures.

Texto feito em colaboração com Rafael Dahas, CFO da B4B Ventures. 

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no twitter
Twitter

Deixe um comentário