Buscando uma alternativa ao plano de saúde empresarial? Descubra a melhor opção custo/benefício.

Conheça alternativas para seu plano de saúde empresarial

Plano de saúde empresarial, vale a pena mesmo?

Conheça a alternativa mais barata que plano de saúde para seus funcionários.


Plano de saúde é realmente a melhor opção?

Pagando caro pelo plano de saúde empresarial? Conheça a alternativa ao plano de saúde empresarial. 

Após contratar o funcionário para que ele trabalhe em sua empresa, ele deve passar por alguns exames. 

Esses exames são necessários para checar se o funcionário está apto a trabalhar no cargo oferecido. 

O exame é obrigatório, imposto pelo Ministério do Trabalho, para que a qualidade de vida do trabalhador não seja prejudicada. 

Porém, a saúde do trabalhador vai muito além disso, é necessário cuidar dos seus funcionários para que mantenham a produtividade. 

Ou seja, a vantagem de ter uma boa qualidade de vida não é só do colaborador, mas também, do empregador. 

A empresa que oferece esses benefícios é mais produtiva, já que os funcionários se sentem motivados e reconhecidos como parte da empresa. 

Além de que, caso um funcionário fique doente, o mesmo pode ficar afastado por alguns dias ou transmitir a doença aos colegas de trabalho. 

Muitas vezes, a alimentação dos seus funcionários pode ser mais saudável, com frutas ao invés daquele bolo de chocolate que fica na copa da sua empresa. 

Oferecer um plano de saúde empresarial pode ser uma opção para você, mas existem alguns pontos que você deve ter em mente. 

  • Preço

Apesar de ser um bom benefício para você e para seus funcionários, seu preço pode ser um pouco caro. 

O principal problema, são os reajustes do plano de saúde empresarial, que apesar do teto, podem ser caros para empresas sem muito orçamento. 

Existem até algumas operadoras que não tem o mesmo teto, sendo assim, o reajuste é feito pela própria operadora. 

E já que estamos falando do preço, existe a possibilidade de um cancelamento, o que acarreta em outro problema.  

Caso cancele o plano de saúde empresarial, os seus funcionários ficarão desmotivados, já que vão perder um benefício sem terem culpa. 

Então tome cuidado ao pensar que poderá voltar atrás com facilidade, você poderá ter “dor de cabeça”. 

  • Carência 

A carência é o que faz muitas pessoas desistirem do atendimento, com o plano de saúde empresarial isso não é diferente.

Existem prazos para atendimento, seja ele uma simples consulta ou algo mais complexo como uma cirurgia. 

Os prazos têm um limite para cada especialidade, indo desde 7 para consultas básicas até 24 meses para doenças preexistentes. 

Porém, esses prazos de carência não podem ser transferidos no plano empresarial, ou seja, caso o beneficiário comece a utilizar um plano individual, o prazo começa do zero. 

Se você o beneficiário precisar de uma cirurgia mais urgente, por exemplo, ele terá que esperar pelo novo prazo.

Lembrando que o após o prazo de um ano, a empresa e a operadora podem cancelar o plano. 

Cartão Pop Saúde 

Para você que não quer se prender ao contratar um plano de saúde empresarial, o Cartão Pop Saúde pode ser uma boa opção. 

Pagando uma mensalidade de apenas R$ 20 por mês, o seu funcionário tem direito a até 70% de desconto em consultas e exames. 

A mensalidade pode ser paga pela empresa, junto ao pagamento das consultas. 

Você fica livre para negociar com seus funcionários e economiza, sem carência e sem estresse. 

Caso queira deixar de utilizar o benefício, só é necessário que os pagamentos não sejam feitos, sem muita burocracia. 

Além disso, seu funcionário tem direito a descontos de 20% em qualquer medicamento nas principais farmácias do Brasil. 

Por fim, existe o desconto em cinemas da rede Cinemark e um sorteio de R$ 20 mil todo mês. 

Tudo isso em apenas um Cartão Saúde. Isso deve convencer seu funcionário, não é? 

Visite o site do Cartão Pop Saúde e saiba mais!

Gostou do nosso conteúdo? Siga nosso perfil nas redes sociais e compartilhe com seus amigos. 

Ficou com alguma dúvida? Sinta-se livre para comentar 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes sociais!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no twitter
Twitter

Deixe um comentário