As grandes empresas que quase faliram e você não sabia

Conheça as empresas que quase quebraram, mas conseguiram se recuperar da falência

Até mesmo a Apple que já chegou no patamar de empresa mais valiosa do mundo dominando o mercado de smartphones, passou por maus lençóis. Porém não só ela, existem outras empresas que quase quebraram, mas conseguiram se recuperar da falência.


Empresas gigantes que quase faliram mas conseguiram se reerguer

 Conheça as 3 empresas gigantescas que quase faliram e você não sabia:

Apple

A pioneira dos computadores pessoais passou por momentos bem ruins na década de 90.

Com a saída de Steve Jobs pela 1ª vez, a companhia entrou em uma crise enorme não conseguindo lançar produtos que realmente entrassem no gosto das pessoas.

Na virada do século, quando estava para quebrar de vez, chamaram o fundador de novo para ser CEO da companhia.

Entretanto, Steve Jobs atuou rapidamente, colocando o iMac e a partir disto conseguiu um investimento polêmico com a Microsoft e começou a investir em inovações.

Um tempo depois, colocou no mercado o iPod, que foi onde realmente atraiu os olhos do consumidor e assim levou a marca ao posto onde estão as maiores do mundo.

Marvel

Proprietária dos “vingadores”, a Marvel também faz parte das empresas que quase faliram antes de iniciar a produção no universo cinematográfico.

A década de 1990 foi muito ruim para a companhia – pois teve uma enorme queda na venda de quadrinhos-, essencialmente na segunda metade, então ela começou acumular prejuízos e dívidas até pedir falência em 1996.

Como estava falida, a empresa não parou e começou a procurar meios de obter novas receitas e explorar novos mercados.

Então, nesta mesma época, vendeu os direitos de cinema das suas principais franquias (Homem-Aranha e X-Men) para estúdios notáveis de Hollywood.

A ideia deu muito certo e a empresa começou a planejar um universo cinematográfico com suas outras franquias.

A Marvel começou a ganhar muito dinheiro com os filmes e licenciamentos que acabou sendo comprada pela Disney.

BMW

Diversas montadoras já quase faliram no decorrer de sua carreira.

Porém, dificilmente passaram um aperto tão grande quanto a BMW, que teve 14 anos de prejuízo desde o fim da segunda guerra mundial até o ano de 1959.

Na época acionistas foram chamados para conversarem sobre o fim da empresa.

Desta forma, estavam com a ideia de vender tudo ou então se fundirem com a Daimler-Benz, isso mesmo, dona da Mercedes-Benz, que atualmente é sua grande rival.

As propostas foram negadas e a empresa começou a investir em um novo segmento para eles, os sedãs de 4 portas. Isso deu certo e a empresa ganhou força.

Naquele mesmo ano a BMW voltou a ter lucro e conseguiu comprar uma montadora alemã, a Glas, que tinha produtos auxiliares aos seus garantindo o crescimento da marca para iniciar novos modelos e assim tornar-se o que é hoje.

Mas você sabe mesmo o que é o processo de falência?

A falência é um processo legal que acontece quando existe impossibilidade no pagamento das dívidas de uma empresa ou pessoa.

No Brasil, a falência é regulamentada por lei, que é conhecida como “Lei De Falência”. Essa lei específica número 11.101, de 9 de fevereiro de 2005.

Ela aborda a recuperação judicial, a extrajudicial e a falência do empresário e da sociedade empresária.

É possível recuperar-se de uma falência?

 

Para se recuperar de uma falência é necessário ter paciência para começar de novo. Um grande passo é entender que milhões de pessoas já passaram a mesma coisa que e conseguiram sobreviver.  

Então, para ajudar você a se recuperar da falência continue atento aos próximos parágrafos:

Reconheça as lições

Como foi falado antes, até empresas que quase faliram, hoje estão no topo, então não tem porque desanimar.

Entretanto, é extremamente importante avaliar os fatos e as circunstâncias que levaram a sua falência para encontrar maneiras de evitá-la.

O pedido de falência pode ser um recomeço

É claro que quando chega a o ponto de falir, a maioria fica angustiada com essa situação.

 Porém, isso pode ser uma grande chance de recomeço.

A falência oferece a você uma oportunidade de conseguir quitar suas dívidas de uma forma que todos os credores saiam satisfeitos.

Recuperação judicial pode ser uma alternativa

Você pode também pode utilizar como alternativa antes de declarar falência, um pedido de recuperação judicial.

O proprietário pede ao poder judiciário a permissão para ele colocar em prática um plano de reorganização da empresa, que é conhecido como plano de recuperação judicial.

O plano mostra a situação atual da empresa, e como fará para pagar as dívidas e dar continuidade às suas atividades.

Se aceito, o plano deve ser colocado em prática em sessenta dias. Entretanto, se não der certo, essa recuperação é transformada em falência.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes sociais!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *