6 cursos de empreendedorismo para pequenas empresas

Sem dúvida, aprendizado nunca é demais — principalmente para quem está começando. Pensando nisso, nós do Portal SóPJ criamos uma lista com cursos de empreendedorismo para pequenas empresas. É uma ótima oportunidade de entender melhor essa área e alavancar o seu negócio. Confira, logo abaixo!

Cursos de empreendedorismo para pequenas empresas

Sobretudo, é importante saber que não é necessário pagar caro ou sair de casa todos os dias para fazer os cursos de empreendedorismo para pequenas empresas. Afinal, nossa lista comprova que existem outras alternativas.

Diante disso, escolhemos opções de cursos online e de graça para quem quer estudar o mundo dos negócios para colocar em prática no dia a dia. Vamos lá!

cursos

1. Curso “Aprender e empreender” do Sebrae

O objetivo principal desse curso é formar o perfil de empreendedor dos pequenos empresários.

Nesse curso são ensinados os conceitos e práticas básicas de Mercado, Finanças e de Empreendedorismo — através de 3 módulos.

Você pode fazer esse curso online no conforto da sua casa em até 30 dias. A carga horária é de 16 horas.

2. Curso “Criação de Startups: como desenvolver negócios inovadores” da Coursera

O Coursera é uma plataforma online de cursos da Universidade de São Paulo que oferece várias aulas sobre diversos assuntos, inclusive empreendedorismo.

Como é o caso do curso “Criação de Startups: como desenvolver negócios inovadores” que ensina como criar uma startup.

Além disso, o curso é 100% online com 15 horas de aprendizado, dividido em 5 semanas e em 5 temas diferentes — rápido e eficiente.

3. Curso “Comunicação Integrada” da ESPM

Esse curso ensina como melhorar o posicionamento e identificar a identidade de marca nos diferentes meios de comunicação do mercado.

Inclusive, ele é destinado a todos os empresários que querem aprimorar as áreas de marketing e gestão das suas empresas.

O curso “Comunicação Integrada” possui 16 horas aulas e pode ser feito online, sem cobrança alguma.

4. Curso “Planejamento Estratégico para Empreendedores” da Endeavor

Esse curso foi criado para ajudar empreendedores que possuem dificuldade em definir uma estratégia para o seu negócio, além da colocação em prática do plano.

O curso possui 7 módulos: a importância da estratégia, metodologia, análise de cenário, estratégia, plano de ação: execução, regras de jogo e competência do Líder.

Sem dúvida, em apenas 3 horas você irá conseguir aprender como criar uma estratégia clara para colocar em prática.

cursos

5. Curso “Finanças Básicas para Empreendedores” da Endeavor

Os pequenos empreendedores podem fazer esse curso para aprenderem a lidar com o primeiro contato com as finanças da empresa.

Através de conceitos básicos, o empreendedor irá utilizar os conceitos de finanças e contabilidade para traçar um planejamento e controle financeiro do seu negócio.

São 4 horas de curso com especialistas do empreendedorismo que são professores de instituições como FGV, USP e outras.

6. Curso “Teoria Geral da Administração para Executivos” da Fundação Instituto de Administração

Esse curso oferece conhecimentos de administração geral para os empreendedores durante 5 semanas.

Isso porque o curso está na plataforma online da Coursera e conta com os seguintes módulos: bases do conhecimento, escola clássica, modernidade e desempenho das organizações.

Além disso, é feito um teste final para que o empreendedor consiga um certificado validando o curso.

Enfim, esses são os cursos de empreendedorismo para pequenas empresas. Ficou interessado em fazer cursos? Então preencha o formulário e aguarde o contato de uma empresa da área.

Saiba como conseguir empréstimo para empreender

Sem dúvida, muitos brasileiros buscam empréstimo para empreender. Afinal, os índices de desemprego estão altos e ter o um negócio próprio é o sonho de muitas pessoas. Por isso, nós do Portal SóPJ separamos algumas para vocês!

Como conseguir empréstimo para empreender?

Se tem muitas pessoas buscando empréstimo para empreender, também tem pessoas que querem dinheiro para investir mais na sua própria empresa.

Mas, afinal, como conseguir empréstimo rápido e fácil? A melhor solução é fazer a simulação do empréstimo na internet que saia a aprovação na hora.

consulta de crédito

Empréstimo online com aprovação na hora

Você já ouviu falar em empréstimo online com aprovação na hora? É uma ótima opção para pessoas que querem empreender ou melhorar o seu negócio.

4 dicas para conseguir empréstimo para empreender

Veja as melhores dicas para conseguir um empréstimo online, logo abaixo:

1. Identificação do crédito

Em primeiro lugar, você já conseguiu dar o primeiro passo para solicitar empréstimo: identificar a necessidade do crédito: empreender.

2. Tenha um valor em mente

Sobretudo, antes de fechar o empréstimo para empreender você precisa ter em mente um valor inicial em mente.

Faça as contas do que você vai precisar e comece a pesquisar as condições de parcelamento, juros e taxas em cima desse valor.

3. Analise as opções

Algumas empresas possuem fator de restrição, como situação legal, garantias, capital próprio, entre outros.

É importante verificar com calma esses detalhes para não ser barrado na hora de solicitar o empréstimo.

4. Qual o valor final do pagamento

Observe as opções de taxas, valor final do empréstimo, entre outros valores, que aparecerão quando você estiver simulando um empréstimo na internet.

Essas são apenas algumas dicas básicas para verificar na hora que você solicitar empréstimo para empreender.

Utilize o empréstimo para alavancar sua empresa

Empreendedores que já possuem um caminho traçado no mundo corporativo podem utilizar o empréstimo para melhorar o desempenho das suas empresas.

Veja 3 dicas para aproveitar melhor o empréstimo para empreender, logo abaixo.

1. Aumente o Capital de Giro da sua empresa

Você sabe o que é Capital de Giro? É um montante financeiro que a sua precisa para continuar em funcionando.

Em outras palavras, o Capital de Giro é uma forma de manter estoque, fazer pagamentos, pagar impostos, entre outros gastos que mantêm a empresa funcionando.

Faça um empréstimo para manter esse Capital de Giro ativo na sua empresa, caso sinta que ele precisa de um reforço.

consulta de crédito

2. Aumentar a empresa

Acha que chegou a hora de abrir uma filial ou um novo setor na sua empresa? Então solicitar um empréstimo é a melhor alternativa para realizar esse sonho.

O dinheiro sai rápido e você consegue colocar em prática o projeto para aumentar sua empresa.

Pense que é um investimento que vai trazer retorno em curto prazo.

3. Pagar uma dívida da empresa

É muito comum que as empresas acabem entrando em alguma dívida relacionada ao próprio negócio, mas um empréstimo pode ajudar a quitar essa pendência.

Enfim, está interessado em solicitar um empréstimo para empreender? Então clique aqui e preencha um formulário para encontrar a melhor solução de crédito para sua empresa!

Como abrir uma empresa individual? Veja o passo a passo!

Se você quer ser um empreendedor, mas não sabe como abrir uma empresa individual, então está no lugar certo. Nós do Portal SóPJ vamos ajudar você a iniciar no mundo corporativo legalizando a sua empresa. Veja como!

Como abrir uma empresa individual?

Em primeiro lugar, antes de aprender como abrir uma empresa individual é preciso entender o que configura uma MEI.

O que é MEI?

É importante saber que MEI significa Microempreendedor Individual. Quem pode se enquadrar nesse tipo de empreendedor são aqueles que recebem até R$ 81.000,00 por ano.

Além disso, é necessário não ter participação em outra empresa como sócio ou titular e ter no máximo um empregado contratado por um salário mínimo ou o piso da categoria que você faz parte.

Mas, afinal, como abrir uma empresa individual?

Bom, se você quer abrir sua empresa individual, então pode optar por ser MEI — caso se enquadre nas características citadas acima.

capital de giro

Para se tornar MEI, primeiro você precisa:

  1. Entrar no Portal do Empreendedor e clique no botão “Formalize-se”.
  2. Coloque o número do seu CPF e data de nascimento.
  3. Coloque o número do seu Título de Eleitor ou o número da declaração dos últimos dois anos do Imposto de Renda.
  4. Irão pedir para você digitar alguns caracteres.
  5. Em seguida, você receberá um código por SMS no seu celular. Coloque esse código na solicitação para continuar o processo de abertura.
  6. Insira o código e confirme a inscrição. Pronto! Primeira parte concluída.

O que um MEI pode ser?

Existe uma lista com profissões que são aceitas para se tornar um Microempreendedor Individual. Confira a lista, clicando aqui.

Você pode ter uma ocupação principal e até 15 secundárias. Caso não encontre o nome exato da sua profissão, selecione alguma função relacionada.

Qual imposto o MEI precisa pagar?

O Microempreendedor Individual está enquadrado no Simples Nacional e, portanto, possui uma forma simplificada de contribuição.

O MEI precisa pagar todos os meses o DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional), até o dia 20.

Esse tributo federal agrupa todo os impostos (IRPJ, CSLL, CONFINS, PIS/Pasep, CPPP, ISS) em uma única guia, que está em torno de 52 reais.

Como pagar o DAS?

É possível fazer o pagamento através do aplicativo do Microempreendedor e no site da Receita.

Você ainda pode autorizar o pagamento no débito automático, livrando da necessidade de entrar todo mês no site ou no App para pagar.

Caso o dia 20 caia no final de semana, você pode efetuar o pagamento no próximo dia útil sem multa.

Além disso, se a sua empresa não obteve nenhum faturamento no mês, então não será preciso pagar o imposto.

Como emitir comprovante de MEI?

Se você precisa de um comprovante de Microempreendedor Individual, então entre no Portal do Empreendedor e imprima esse documento.

Ele é fundamental para mostrar que a sua empresa está ativa e em funcionamento.

Além disso, o Comprovante de MEI prova que a sua inscrição no CNPJ e Junta Comercial do Estado e vale como alvará da sua empresa.

Diante disso, agora você sabe como abrir uma empresa individual e, portanto, pode formalizar seu negócio. Conte conosco nessa nova fase profissional e veja todas os serviços que podemos oferecer para o seu negócio. Preencha o formulário no final de cada página!

Conheça 8 sociedades empresariais no Brasil

O Portal SóPJ é um site dedicado para o empreendedorismo. Por aqui, você vai encontrar muitas dicas para ter sucesso nessa área. Neste artigo, vamos falar sobre as sociedades empresariais que são conhecidas no Brasil. Se você busca uma nova forma de empreender ou quer renovar o jeito que está acostumado, então veja as opções disponíveis.

8 sociedades empresariais no Brasil

Em primeiro lugar, sociedade empresária é uma reunião de pessoas que exerce uma atividade econômica, afim de obter lucro sobre a venda de um produto ou um serviço.

É importante que o empreendedor entenda como funciona o mercado do empreendedorismo. Desse modo, são diferentes formas de sociedades empresariais brasileiras. Cada sociedade empresarial possui um planejamento de negócio, escolha a ideal para o seu perfil. Confira, logo abaixo!

1. Sociedade Simples

Em termos simplórios, a Sociedade Simples é a reunião de vários profissionais que exercem suas profissões, sendo de “caráter pessoal” a prestação de serviços exercidas por elas. Dessa forma, o objetivo é apenas a acumulação sistêmica de recursos financeiros (riqueza).

2. Sociedade em Nome Coletivo

Esse tipo de sociedade é formado somente por pessoas físicas, isso porque podem limitar as responsabilidades de cada membro da sociedade.

telefone fixo

3. Sociedade Comandita Simples

A Sociedade Comandita Simples possui dois tipos de sócios: os comanditários e o comanditados que possuem responsabilidades diferentes.

Os comanditários contribuem apenas com o capital e não exercem nenhum cargo administrativo na empresa, contudo, os comanditados colaboram com o capital e com a administração.

4. Sociedade comandita por ações

A Sociedade em Comandita por Ações tem o capital divido em ações. Nesse caso, o acionista administra a sociedade e, como diretor, responde pelas obrigações da sociedade.

5. Sociedade Limitada

Sabe aquela sigla que aparece em muitos produtos, a LTDA? Então, ela é a nomenclatura para a Sociedade Limitada — uma das sociedades mais comuns no Brasil.

Ela constitui com um sócio, que possui uma participação no capital social, e por um administrador — elegido pela maioria dos votos de um grupo de sócios.

6. Sociedade anônima

A Sociedade Anônima ou S/A é quando o capital da empresa é dividido por ações. Nesse caso, cada divisão das ações limita a ação do sócio ou acionista. Assim sendo, o objetivo dessa sociedade é o acúmulo do capital.

7. Sociedade Coorporativa

Para formar a Sociedade Corporativa é preciso, no mínimo, de 20 pessoas. Visto que, a intenção dessa sociedade é que todos precisam ter participação efetiva — seguindo os direitos e deveres de cada um.

8. Sociedade em conta de participação

A sociedade em conta de participação possui dois tipos de sócios: o ostensivo e o participativo. Diante disso, aquele que se encaixa como ostensivo precisa ser empresário e responde pela administração da empresa. Já o participativo, não possui responsabilidade jurídica.

Por que optar pelas sociedades empresariais?

Escolher montar uma sociedade empresarial deve partir de uma opção pessoal. Dessa forma, é importante lembrar que formar uma sociedade pode ser uma boa estratégia para aumentar o lucro e diversificar a base de ativos.

Então, qual das sociedades empresariais citadas acima que você mais se interessou? Conta pra gente nos comentários. Aproveite e veja os serviços para empresas oferecidos no site do SóPJ, leia cada artigo e preencha o formulário.

Empreendedor digital: saiba como ganhar dinheiro na internet

Existem diferentes tipos de empreendedor no Brasil. Qual é o seu? Empreendedor digital? Franqueador? Corporativo? Microempreendedor individual? Esses são só alguns dos muitos perfis de empresários por aí. Mas, neste artigo, vamos contar todas as informações sobre o empreendedorismo digital. Confira!

O que é empreendedor digital?

Estamos 100% conectados. Da vida pessoal ao trabalho, praticamente todas as tarefas diárias já podem ser feitas na internet. Seguindo essa linha, muitas pessoas começaram a ganhar dinheiro na web, e se tornaram empreendedores digitais.

Com toda a certeza, o empreendedor digital é uma tendência no mercado de trabalho em ascensão. Se antigamente as pessoas precisavam obrigatoriamente investir em um espaço físico, hoje já não é necessário.

Você vai precisar de Banda Larga e um aparelho eletrônico — que pode ser um computador, notebook, tablet ou celular. E, claro, um bom plano de negócio para empreender no mundo virtual.

Como ganhar dinheiro na internet?

Existem muitos modelos de negócios bem-sucedidos na internet, como a Dafiti — marca superconhecida no e-commerce. Um ponto positivo para empreender online é que você não precisa de muito para colocar seu plano de negócio em prática, mas um bom planejamento não trará frustrações no futuro.

Antes de começar a ganhar dinheiro na internet e se tronar um empreendedor digital de sucesso, você precisa fazer uma pesquisa de mercado, criar um planejamento, ter um capital inicial e, claro, divulgar seu trabalho.

Facebook Ads

Marketing digital

Hoje em dia, muitas marcas entenderam a importância do marketing digital. Ele é um dos conceitos básicos para que seu negócio se torne um case de sucesso. Você pode usar os canais digitais (blogs, sites, mídias sociais, e-mail marketing e outros) para enaltecer o seu negócio.

Cursos para empreendedores

Para entender melhor como funciona o mundo corporativo, você pode fazer cursos para empreendedores online. Muitos dos estudos são gratuitos e oferecem certificado. Embora você esteja familiarizado com a internet, algumas ações do empreendedorismo costumam ser diferentes. Aprender nunca é demais!

Ideias de negócios digitais

A internet é abrangente e abriga diferentes tipos de negócios. Se você já tem uma empresa digital, mas quer saber outros ramos que pode investir, então veja essas opções:

E-commerce: também podemos chamar de loja virtual. Esse é o modelo de negócio na internet mais comum. As opções de pagamento e as informações do produto precisam ser facilmente encontradas para o usuário se tornar seu cliente.

• Infoprodutos: são produtos com poder informativo, como e-books, infográficos e vídeos-aulas. Disponibilizar esses materiais na internet e cobrar pelo download ou acesso, já te categoriza como empreendedor digital.

• Influenciador: esse perfil de empreendedor é um dos mais recentes, mas já tem grande poder no mercado digital. Muitas marcas estão contratando influencers para divulgar um produto ou serviço e pagam por isso.

Regularize seu negócio digital

Para passar mais credibilidade e conseguir alavancar seu negócio, nossa última dica é que você precisa regularizar sua empresa. Abra seu cnpj para poder emitir as notas fiscais dos seus trabalhos.

Acredite: se tornar um empreendedor digital é menos burocrático do que você imagina. Pode contar com o Portal SóPJ sempre que precisar porque iremos te ajudar a escolher os melhores serviços para sua empresa.

Esperamos ter ajudado você a entender as possibilidades de negócios pra um empreendedor digital. Se você ficou interessado no ramo de loja virtual, então preencha o formulário disponível no final do artigo e aguarde o contato de um de nossos parceiros o mais breve possível.

3 motivos para investir em treinamento empresarial

Neste artigo, vamos abordar as principais vantagens de investir em treinamento empresarial e oferecer cursos para os seus colaboradores. Ficou curioso? Nós vamos explicar!

Por que investir em treinamento empresarial na sua companhia?

Para que uma pequena e média empresa cresça de maneira consistente, há uma série de fatores que colaboram.

Entre eles, estão um bom plano de negócio, a estrutura física e também a estrutura operacional e intelectual, com bons funcionários.

Se você acha que pagar cursos presenciais para todos os funcionários não cabe no orçamento nesse momento, saiba que existem várias formas de promover treinamento empresarial.

Uma delas é com cursos à distância ou mesmo com parcerias com outras companhias.

Isso porque ele pode ser feito entre funcionários ou mesmo buscando instituições de ensino que façam algum tipo de parceria.

A empresa também pode oferecer uma bolsa parcial e, assim, compartilha o investimento com o funcionário.

posição de atendimento

Outra forma interessante e econômica é pagar o curso para um só funcionário, de forma estratégica, caso ele alcance uma determinada meta.

Um exemplo é através da condição de que ele passe o conhecimento internamente quando as aulas terminarem.

Um dos maiores desafios das pequenas e médias empresas hoje em dia é contratar funcionários bons e comprometidos.

Oferecer oportunidades para que eles se aperfeiçoem e possam acompanhar o ritmo de crescimento da empresa ajuda a própria companhia.

Além disso, é também uma forma de valorização pessoal e motivação.

Vamos enumerar a seguir alguns motivos que fazem valer a pena o investimento em treinamento empresarial. Confira:

1 . Retenção de talentos

O primeiro bom motivo para investir em treinamento empresarial é a retenção de talentos e a redução considerável da taxa de rotatividade.

Ao proporcionar a oportunidade de fazer cursos e adquirir conhecimento na área de atuação, a empresa demonstra valorização dos funcionários que, por sua vez, se sentem valorizados e trabalham mais felizes.

2 . Mais produtividade entre os funcionários

Outra vantagem é que os funcionários que se sentem valorizados e trabalham mais felizes, como falamos acima, produzem mais e melhor. Isso, consequentemente, é refletido nos resultados dos negócios da empresa.

3 . Redução de custos e aumento do lucro

Quando falamos de treinamento empresarial, é preciso ter em mente sempre que a empresa está investindo nela mesma e não apenas nos funcionários de forma isolada.

A capacitação profissional como benefício evita gastos com novas contratações.

Isso pode acontecer devido ao aumento de produtividade – com melhores resultados – ou porque um determinado colaborador que poderia pensar em se demitir em outro cenário.

Diante disso, invista em cursos e treinamento empresarial pensando no médio e longo prazo. O Portal SóPJ pode ajudar a sua companhia a encontrar os melhores fornecedores e facilitar o seu pedido de orçamento. Então, preencha o formulário e aguarde o contato de um de nossos parceiros o mais breve possível.

Franquia ou negócio próprio: em qual modelo apostar?

Muitos brasileiros querem ganhar dinheiro por conta própria. Mas uma das primeiras dúvidas é em qual tipo de modelo de empresa apostar: franquia ou negócio próprio? Nós do Portal SóPJ — primeiro portal de serviços para empresas — vamos te mostrar as diferenças, vantagens e desvantagens de cada tipo de empresa. Assim, será mais fácil escolher em qual perfil de trabalho investir. Vamos lá!

Franquia ou negócio próprio: como escolher?

A decisão mais importante você já escolheu: ser tornar empresário. Agora que já sabe que quer entrar no mundo empresarial, então precisa escolher entre franquia ou negócio próprio. Não é uma escolha difícil, mas ambas opções precisam ser estudadas para alinhar com a expectativa que você tem. Olha só!

O que é uma franquia?

Em primeiro lugar, é importante saber que franquia é um modelo de negócio que oferece uma licença para outro empresário vender o produto/serviço em um novo ponto comercial.

Isso porque esse modelo de negócio precisa seguir todas as diretrizes da marca, sem mudar nenhum item.

Esse tipo de negócio é formalizado por um “contrato de franquia”, permitindo que o empreendedor use os direitos concedidos da marca. Quem cedo os direitos é chamado de “franqueador” e quem recebe é nomeado como “franqueado”.

Geração de leads

Como escolher uma franquia de sucesso?

É fato que para se tornar uma franquia é preciso ter sucesso e credibilidade da marca no mercado. Existem diferentes ramos de franquias: alimentação, beleza, escolas de idiomas, vestuário, automotivo e muitos outros.

Se você tem uma ideia em qual segmento seguir, busque referências e pesquise muito antes de comprar uma franquia. Se informe em quanto tempo terá o retorno do valor investido e quais os índices de sucesso do modelo de negócio.

Como abrir meu negócio próprio?

Muitas pessoas sonham em abrir sua própria empresa. Os motivos são enumeráveis: ter mais tempo com a família, mais flexibilidade nos negócios, não ter chefe, renda extra, única renda, independência financeira e por aí vai. As expectativas também sempre são altas ao entrar no ramo empresarial.

Mas antes de qualquer coisa é preciso ter certeza em qual atividade você quer apostar e, logo em seguida, montar um planejamento a curto, médio e longo prazo. Monte uma planilha com os valores iniciais do seu negócio, investimentos, preços de fornecedores, gastos com a empresa, salários dos funcionários (se seu negócio requer) e outros detalhes.

Um bom planejamento é a palavra-chave para criar uma empresa de sucesso. Faça uma prospecção para saber em quanto tempo seu negócio irá trazer o investimento inicial. Coloque todas as contas no papel e veja o dinheiro é suficiente para os primeiros anos da sua empresa.

Mas afinal, franquia ou negócio próprio?

Se chegou até aqui, mas ainda está com dúvida, então veja essas vantagens e desvantagens de cada modelo de empresa:

Vantagens e desvantagens de franquia

Vantagens:

  • Marca conhecida no mercado;
  • Apoio do franqueador;
  • Plano de negócio já elaborado;
  • Poder de pesquisa antes de investir.
  • Desvantagens:

  • Pouca flexibilidade;
  • Inovação do negócio limitado;
  • Pouco poder de escolha (Ex: o franqueador é quem dá a palavra final sobre a localização da sua franquia).
  • Vantagens e desvantagens de negócio próprio

    Vantagens:

  • Autonomia nas decisões;
  • Trabalhar com o que gosta;
  • Flexibilidade de horário;
  • Criar algo novo e ter orgulho disso;
  • Desvantagens:

  • Pouca ideia do retorno do investimento;
  • Cobrar muito de si mesmo;
  • Lidar com as burocracias sozinho.
  • Enfim, essas são algumas das vantagens e desvantagens para comprar uma franquia ou abrir o próprio negócio. Pense bem antes de escolher e veja qual é mais atraente para o seu perfil de empreendedor.

    Diante disso, nós do Portal SOPJ, lugar para achar todos os tipos de prestação de serviços para o seu negócio, esperamos ter ajudado você a escolher franquia ou negócio próprio. Então, clique no serviço desejado, preencha o formulário disponível no final do artigo e aguarde o contato de um de nossos parceiros o mais breve possível.

    Como montar uma empresa? Um guia de serviços para você

    Você acabou de abrir uma empresa e agora precisa de ajuda com a contratação de prestação de serviços? Então, esse artigo é para você que busca justamente um guia de serviços básico sobre como montar uma empresa.

    Portanto, o objetivo aqui é colaborar com os empreendedores, trazendo recomendações e soluções, para que cada passo seja dado com firmeza rumo ao sucesso do negócio, seja ele físico ou online.

    Veja como montar uma empresa com os todos os serviços necessários

    A princípio, separamos os principais serviços que qualquer empresa pode precisar para funcionar bem e de forma organizada.

    Será que você já pensou em todos eles?

    Sobretudo, vamos falar um pouco sobre como organizar uma empresa.

    Seja Iniciante, seja veterana, a companhia certamente vai precisar de prestadores de serviços para funcionar bem, seja para começar sua operação ou mesmo para substituir produtos ou serviços com o passar do tempo.

    Então, confira a seguir o nosso guia de serviços:

    Telecomunicações

    É fato que uma empresa física ou online precisa de serviços de telecomunicações para operar bem.

    Dessa forma, quando se trata desse assunto nós recomendamos os seguintes serviços:

    Plano de celular corporativo
    Banda larga para empresas
    Plano de TV por assinatura empresarial
    Posição de atendimento para tratar do contato com clientes
    Números de telefones fixos para empresas
    PABX
    Links dedicados
    URAs
    Disparos de SMS sobre produtos e serviços para divulgação ou ativação de campanhas, por exemplo.

    capital de giro

    Publicidade

    Outra necessidade importante de todos os tipos de negócios é o investimento em publicidade.

    Dessa forma, confira alguns dos serviços que sua empresa pode precisar:

    E-mail marketing
    Geração de leads
    Facebooks Ads
    Google Adwords
    Conteúdo SEO
    Criação de sites

    Tecnologia

    Por menos tecnológica que uma empresa seja, em algum momento algum recurso mínimo pode ser importante para acelerar suas vendas.

    Então, confira exemplos de serviços nessa área que podem ser úteis para o seu negócio:

    Antivírus
    Software
    Automação
    E-mail corporativo
    Construtor de site
    Consulta de crédito
    Hospedagem de sites
    Loja virtual
    Wi-Fi
    Monitoramento de segurança
    Validação de e-mail

    Suprimentos

    Uma vez que se trata de suprimentos em geral, estamos falando de uma série de serviços que podem ser contratados com o objetivo de ajudar a sua empresa a otimizar recursos financeiros, como:

    Purificador de água
    Máquina de café
    Material de escritório
    Móveis de escritório
    Computadores
    Hardware

    RH e Benefícios

    Não adianta saber tudo sobre como montar uma empresa se você não tem recursos humanos para ajudar a desenvolver a empresa, cada um na sua área.

    Inclusive, o bom gestor é aquele que faz o que sabe melhor e delega para seus parceiros e colaboradores aquilo que não domina, oferecendo os recursos necessários para que eles realizem um bom trabalho.

    Portanto, para o setor de RH e Benefícios, uma empresa pode precisar contratar:

    Benefícios
    Cursos
    Serviços de empregos (Exemplo: headhunters)
    Plano de saúde empresarial
    Plano odontológico para empresas
    Permutas
    Pesquisas de mercado
    Agências de viagem

    Serviços financeiros

    Por último, há também opções de serviços financeiros que podem ser contratados para melhorar a empresa, como:

    Capital de giro
    Consulta de crédito
    Máquina de cartão
    Cartão de credito para empresas
    Meios de pagamento
    Serviços de abertura de contas empresariais

    Em conclusão, esperamos ter ajudado você a tão sonhada empresa! Inclusive, veja outras matérias para ajudar a montar o seu negócio.

    Aliás, por aqui, você encontra tudo o que é necessário para manter uma empresa funcionando.

    Diante disso, agora você já sabe como montar uma empresa. O portal SOPJ é o lugar certo para você que busca todos os tipos de prestação de serviços. Então, clique no serviço desejado, preencha o formulário disponível no final do artigo aguarde o contato de um de nossos parceiros o mais breve possível.